Março 21 2017 0Comentário
Sondalis - Furos de água

Certificado de excelência – Portugal Inovador

A Sondalis foi a empresa destacada na reportagem da revista Portugal Inovador do Jornal Público, por ser líder na captação de águas subterrâneas no nosso país.

«É no Centro do país que se encontra a empresa líder em captações de águas subterrâneas em Portugal. A Sondalis – Captações de Água, Lda. tem dado provas de confiança ao cliente que sabe com o que contar. A aposta futura reside na geotermia.

Fundada em 1989, a Sondalis – Captações de Água, Lda. dispensa apresentações, afirmando-se enquanto a única empresa certificada no âmbito da captação de águas subterrâneas em Portugal. Sediada na freguesia de Amor, em Leiria, tem como objetivo “fazer tudo o que envolva água”, segundo as palavras de Inês Cordeiro, que assume funções administrativas e é responsável pela qualidade desta empresa liderada pelo pai, Jorge Cordeiro. Os serviços prestados ondulam entre os furos de água, montagens de bombas e geotermia, sendo que esta última assume papel de aposta futura. “Estamos focados em fazer um serviço o mais completo possível”, explica o sócio gerente.

A nível de público-alvo, a Sondalis trabalha com “municípios”, abastecimento público, grandes explorações agrícolas e com o setor empresarial com grandes necessidades de consumo”, mas o que mais a motiva são os casos “difíceis e de maior dimensão”, afirma Inês Cordeiro.

Essa aposta cada vez mais crescente na geotermia pode revelar-se rentável e uma mais-valia no futuro, de acordo com Jorge Cordeiro. “Estamos muito focados nisto, porque é uma energia limpa, que vem da terra, e em termos de investimento é fantástico, porque serve mais do que uma necessidade que toda a gente precisa”, esclarece a nossa entrevistada. Sem dúvida que se trata de uma decisão a ter em conta pelo cliente, até porque “um furo bem feito fica bem feito para o resto da vida”.

O sucesso é visível, mas qual será a receita para o sucesso da Sondalis? “O segredo é a certificação. Somos a única empresa certificada a nível nacional, localizada na zona Centro, com experiência profunda em todo o país e com oficina própria – criámos o nosso equipamento – e as nossas técnicas nem sequer são dadas a conhecer no mercado”, confidencia Inês Cordeiro. O comércio externo também é parte integrante deste projeto, o Brasil foi a nossa primeira aposta, em seguida Espanha, e atualmente também estamos a trabalhar em Guiné-Bissau, onde está a decorrer uma obra de sete furos”, avança Jorge Cordeiro.

Com sensivelmente 50 colaboradores espalhados um pouco por todo o país, o sócio gerente sublinha que para a empresa “os recursos humanos são muito importantes”, e o sucesso passa muito pela “confiança dada ao pessoal”. “O que nos distingue da concorrência é fazermos o que os outros não fazem”, conclui o empresário.»

Jornal Público – Portugal Inovador

Escrever uma resposta ou Comentário